terça-feira, 26 de maio de 2009

Mudanças


Estive em meio a reviravoltas na minha vida, arrisquei e cheguei onde não imaginava chegar. Morar sozinha, viver uma vida de certa forma independente, fazer o que gosto, dormir a hora que preferir, criar minhas regras, meus horários.


Estava com saudade de conversar, portanto decidi que essa era a melhor forma de um papo saudável em plena madrugada sem ninguém on-line em nenhum meio de comunicação instantânea.



(...) Sempre feliz, sempre sonhando
Um mar de sonhos pra eu velejar
Onde o impossível eu pudesse alcançar
Realizar tudo o que eu quisesse (...)


(...) Quem sabe um dia isso acontece



Não é o que queria falar de verdade, mas já ajuda...


Foto: Marine Comin


Arquiteta: Maísa C. Perondi


Web Analytics